betafly-color.png

Networking e Marca Pessoal

banner-blog2-2 (1)

Dicas práticas para transformar o seu Networking em uma poderosa ferramenta de fortalecimento para sua Marca Pessoal

Ainda hoje, Networking é sinônimo de pesadelo para muitos profissionais. Você pode se sentir meio “bobo” ao fazer essa prática ou até terminar em situações desconfortáveis, como as compartilhadas no episódio “Networking para pessoas que odeiam Networking”, do podcast Worklife with Adam Grant, feito em parceria com TED. Mas, como Grant bem discorre ao longo do episódio, Networking não precisa ser assim. O estabelecimento de um Networking ativo é essencial para seu crescimento pessoal e profissional. 

A nutrição e a gestão de um Networking abundante levam tempo e exigem dedicação. Por isso, trago algumas dicas sobre como começar a sua rede e produzir resultados significativos, que poderão economizar um pouco do seu tempo e te ajudarão a enfrentar esse medo.

Comece fazendo uma lista das suas habilidades, não dos contatos que gostaria de ter

Networking visando o fortalecimento da sua Marca Pessoal não deve ser um ato egoísta, um pensamento do tipo “Como essa pessoa pode me beneficiar?”. O networking meramente profissional e com uma intenção somente comercial é muito mal visto e pode prejudicar a sua reputação. Começar com uma lista dos seus skills, te trará a oportunidade de compartilhar sua expertise com pessoas interessantes e a pergunta passa de “Como essa pessoa pode me beneficiar?” para “O que eu posso oferecer a essa pessoa?”.  

É extremamente importante desenvolver e potencializar as suas habilidades constantemente e mostrá-las a cada oportunidade que tiver. Segundo estudos, a melhor maneira de promover o seu trabalho é deixando suas habilidades visíveis e se conectando com as pessoas. Quem não gosta de ter contatos de confiança? Quando eu preciso de ajuda para discutir plano de negócios no mercado wellness eu sempre falo com @AleJacob, para me dar dicas de foto, eu adoro conversar com @JP ou @RodrigoRodrugues para falar das empresas aqui no Vale, adoro ouvir as dicas da minha amiga @flasimon , quando o assunto é jornalismo não perco a oportunidade de ouvir a expert @helogomyde quando quero saber mais sobre inteligência emocional, escuto todas as orientações da querida @toniacassarim e assim vai em diversas áreas vou buscando minhas conexões e contatos de confiança. O que nos leva à segunda dica.

Rede é sobre relacionamentos e relacionamentos são sobre confiança

Todos temos o mesmo desejo: se conectar com outras pessoas de uma maneira profissionalmente enriquecedora. Antes de querer sair por aí, oferecendo os seus produtos ou serviços, estabeleça um elo de confiança e desenvolva seus relacionamentos. Construa conexões genuínas! Nós, como seres sociais, valorizamos conexões genuínas. Cultive seus relacionamentos e aprenda a cuidar. Passe uma impressão positiva.

Mostre interesse pelo contato e elogie-o na primeira vez em que conversarem. Mas lembre-se: os elogios devem ser sinceros. Nunca desempenhe um papel ou tente impressionar! Elogios são poderosos, todos gostamos de sermos elogiados, nos sentimos valorizados e estimados. Por isso, elogie sempre que admirar algo em alguém, isso pode te ajudar a estabelecer uma conexão pessoal e mais humana.

Dar e receber: além de oferecer a solução do problema, faça com vontade e empatia

À medida que você se torna mais conectado com seus contatos, perceberá que alguns deles se tornam contatos “fortes” – os quais constantemente te recomendam e te apresentam a novos contatos interessados na sua oferta. Segundo alguns estudos realizados e/ ou acompanhados por Adam Grant, pessoas que se conectam com contatos que possuem os mesmos valores e constroem uma conexão verdadeira, dando início até mesmo a uma amizade, são redes muito mais sólidas e duradouras. As relações devem ser de troca, os dois apoiando um ao outro com muita vontade. Se importar com o problema do outro é primordial! Não basta somente oferecer seus serviços para solucionar o problema do outro, mas sim demonstrar também uma certa empatia pela condição do outro.

Não menospreze o poder do acaso

Certifique-se de que todos saibam o que você faz de melhor e como você pode solucionar os seus problemas. Não importa quão aparentemente distante do seu público-alvo, comunique! Nunca sabemos qual oportunidade surgirá e quem baterá à nossa porta. Por isso, se dedique regularmente a sua rede, amplie os seus contatos, crie conexões humanas e retome laços inativos. Como disse, construir um Networking valioso requer tempo, é um processo contínuo, que necessita de boa vontade, persistência e coragem. Mas se você encontrar o valor que sua Marca agrega ao próximo e se conectar com pessoas que agreguem valores para você também, sua rede terá um valor inestimável.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

18 − ten =